Postado em 23 de Setembro às 16h08

Indústria da construção mostra sinais de recuperação, diz CNI

Construção Civil (4)
METALÚRGICA CORREIA - Indústria de Peças Metálicas ÍNDICES CRESCEM DESDE MAIO COM DESEMPENHO CADA VEZ MAIS FAVORÁVEL A indústria de construção civil está em recuperação, com melhora nos...

ÍNDICES CRESCEM DESDE MAIO COM DESEMPENHO CADA VEZ MAIS FAVORÁVEL

A indústria de construção civil está em recuperação, com melhora nos índices de atividade e do número de empregados. É o que mostra a Sondagem Indústria da Construção, divulgada hoje (23) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Segundo a CNI, os índices estão crescendo desde maio, “mostrando desempenho cada vez mais favorável”.

O índice de evolução do nível de atividade registrou 51,4 pontos em agosto, alta de 3,3 pontos frente a julho. É o maior índice desde junho de 2011. O indicador varia de 0 a 100. Ao se situar acima da linha divisória de 50 pontos, aponta aumento da atividade no mês.

O índice de evolução do número de empregados aumentou 2,7 pontos, para 49,5 pontos e está praticamente sobre a linha divisória.

A Utilização da Capacidade Operacional (UCO) apresentou nova alta em agosto, aumentando 2 pontos percentuais e alcançando 60%. O percentual de agosto de 2020 superou em 2 pontos o índice de agosto de 2019.

Confiança
O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-Construção) apresentou alta de 2,7 pontos no mês, atingindo 56,7 pontos. É a quinta alta consecutiva do índice, que acumula crescimento de 21,9 pontos no período. Com a alta, o ICEI-Construção se distancia de sua média histórica (53,5 pontos) e da linha divisória de 50 pontos, que separa confiança de falta de confiança.

Entre os componentes do ICEI-Construção, o Indicador de Expectativa aumentou 1,7 ponto e o de Condições Atuais, 4,6 pontos. O índice de Condições Atuais foi a 46,1 pontos, ou seja, mostra que o empresário ainda percebe o impacto da crise em suas condições de negócios. Por outro lado, o Índice de Expectativas alcançou 62 pontos, mostrando otimismo disseminado pela indústria da construção.

Os indicadores de expectativas do nível de atividade e de novos empreendimentos e serviços registraram 56,1 e 55,5 pontos, após crescimento de 1,8 e 2,3 pontos, respectivamente.

Os indicadores de expectativas de compras de insumos e matérias-primas e números de empregados, por sua vez, alcançaram 55,6 e 54,1 pontos, após altas de 2,8 pontos e 1,8 ponto, respectivamente.

A intenção de investimento alcançou 44,4 pontos em agosto, após aumento de 4,9 pontos. É a quarta alta consecutiva do indicador, que agora se situa no mesmo nível registrado para fevereiro, na pré-pandemia.

Fonte: Agência Brasil

Veja também

Economia de água e aumento da resistência do concreto23/09 Os agentes de cura são alguns dos produtos mais utilizados na construção civil, pois evitam a formação de fissuras e contribuem para o meio ambiente. Na indústria da construção civil, o concreto cumpre papel fundamental. Presente em grande parte das obras, o material, formado por misturas entre cimento e agregados, como areia, pedra, água e......
CMN regulamenta MP da construção civil23/09 O Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou ontem (13/11) em reunião extraordinária, por meio da Resolução 3.635 do Banco Central, a MP 445, que trata da cobertura de risco de crédito às......
Custo da construção sobe 0,88% em agosto, diz IBGE23/09 O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou inflação de 0,88% em agosto deste ano, uma taxa superior ao 0,49% do mês anterior. Em......

Voltar para Blog